• Tag Archives Aveiro
  • Portugal «Notes And Pictures»

    Portugal «Notes And Pictures»
    Portugal «Notes And Pictures» «€17.00»

    Portugal «Notes And Pictures» – Editions S.N.I – Lisbon – 1952. Desc. 45  + 120 pág / 23 cm x 15 cm / Br. Ilust


  • Cadeirais de Portugal-2

    Cadeirais de Portugal
    Cadeirais de Portugal «€150.00»

    Robert C. Smith – Cadeirais de Portugal – Livraria Horizonte – Lisboa – 1968. Desc. 123 pags + 116 paginas Estampadas / 32 cm x 23 cm /com Capa e Encadernação de Origem Imitação de Pele como aqui Mostra na Foto «1 Edição»


  • Portugal Património

     

     

    This gallery contains 1 photographs in all as   photograph etc.

  • Dicionário de História Religiosa de Portugal

    Dicionário de História Religiosa de Portugal
    Dicionário de História Religiosa de Portugal «€150.00»

    Carlos Moreira Azevedo (Direcção) Ana Maria Jorge, Ana Maria Rodrigues, António Camões Gouveia, António Matos Ferreira, David Sampaio Barbosa, José da Silva Lima, Luís Filipe Thomaz, Paulo F. Oliveira Fontes e Samuel Rodrigues  – Dicionário de História Religiosa de Portugal – Circulo de Leitores – Lisboa – 2001. Desc. 496 + 479 + 473 + 632 pág / 27,5 cm x 20 cm / E. Ilust. [Colecção Completa em 4 Volumes]


  • Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia

    Finisterra - Revista Portuguesa de Geografia
    Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia
    1. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. I – n.º1 – Orlando Ribeiro – Orientação / Pierre Gourou – Pour Une Géographie Humaine / Mariano Feio – A Evolução do Relevo da Bacia Endorreica do Cuanhama (Angola) / Maria Alfreda Cruz – Uma Comunidade de Aldeias na Serra da Aveleira / M. Viegas Guerreiro – A Propriedade entre os Bochimanes de Angola / Orlando Ribeiro – Veneza (Notas de Recensões) – Ilídio do Amaral – Síntese Geo-morfológica Mundial / Ilídio Amaral -Flutuações Climáticas do Globo / Orlando Ribeiro – Geografia do Brasil / Orlando Ribeiro – Hermann Lautensach e a Geografia da península Ibérica / Carminda Cavaco – Geografia Humana do Algarve / Ilídio Amaral – Megalopolis / Ilídio Amaral – Livros Novos de Geografia Física / Orlando Ribeiro – Mapa oro-Hidrográfico de Portugal / Suzanne Daveau – La Nouvelle Carte du Portugal au 1:250.000 / Orlando Ribeiro – Evolução e Estado Actual da Cartografia Geológica de Portugal / João Evangelista – Elementos Estatísticos – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1966. Desc. 149 pág + 11 Estampas / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    2. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. I – n.º2 – Suzanne Daveau – Les Rebords de Plateaux Gréseux D’Afrique Occidentale Et Leur Occupation Humaine / Carminda Cavaco e Isabel Marques – Os Vales de Loriga e de Alvoco na Serra da Estrela / Ilídio Amaral – Johannesburg (Do Campo Mineiro a Conurbação) – Notas e Recensões – Carlos Alberto Medeiros – Geografia Teórica / Ilídio Amaral – Geomorfologia Dinamica / Ilídio Amaral – A Propósito de Atlas Climáticos / Ilídio Amaral – O CBD, Um Problema de Geografia Espacial / Suzanne Daveau – Documentos Para o Ensino – Rebordo Sul da Serra de Montejunto na Região de Cabanas de Torres – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1966. Desc. 290 pág + 19 Estampas / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    3. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. II – n.º3 – Georges Chabot – Les Conceptions Francaises de la Region Geographique / Ilídio do Amaral – Tendências da Geomorfologia / Orlando Ribeiro – Paisagens Rurais da América Tropical (Ensaios de Geografia Comparada) / Maria Alfreda Cruz – Caminha, Evolução e Estrutura Duma Antiga Vila Portuária – Notas e Recensões – Maria Alfreda Cruz – Os Antigos Reinos da Savana (África Central) / António de Brum Ferreira – Geomorfologia dos Abruzos Adriáticos / Orlando Ribeiro – Publicações Recentes Acerca da Geografia da Península Ibérica – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1967. Desc. 151 pág + 24  Estampas + 1 Mapa / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    4. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. II – n.º4 – Suzanne Daveau – Problémes Morphologiques Comparès des Régios Semi-Ardies en Afrique Occidentale et au Brésil / A. M. Galopim de Carvalho – Atapulgite em Alguns Depósitos Sedimentares Portuguese (Considerações Estratigráficas e Morfoclimáticas / Maria Deolinda Ferreira – Corte do Gafo, uma Aldeia em Decadência / Orlando Valverde – Geografia de Pecuária no Brasil – Notas e Recensões – Suzanne Daveau – Livres Récents Sur l’inde Portugaise / Ilídio do Amaral – Livros Novos de Geografia Física / Carlos Alberto Medeiros – Livros Novos de Geografia Humana / Orlando Ribeiro – Matérias para um Atlas Nacional de Portugal / Orlando Ribeiro – Evolução e Estado Actual da Cartografia dos Arvoredos e Plantações em Portugal / António de Brum Ferreira – Noticias da Cartografia das Ilhas Adjacentes / Ilídio Amaral – Documentos Para o Ensino (Litoral da Ilha de Santiago(Cabo Verde) na Área da Praia / Orlando Ribeiro – Mapa da Utilização do Solo em Portugal – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1967. Desc. 155 ao 296  pág + 20 Estampas / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    5. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. III – n.º5 – Orlando Ribeiro – Região e Rede Urbana: Formas Tradicionais e Estruturas Novas(1) / Jorge Gaspar – A Propósito da Originalidade da Cidade Muçulmana / Aldo Paviani – Alenquer, Aspectos Geográficos de uma Vila Portuguesa – Notas de Recensões – Ilídio Amaral – as Inundações de 25/26 de Novembro de 1967 na Região de Lisboa / Ilídio Amaral – A Geografia Através dos seus Congressos Internacionais / Ilídio Amaral – progressos em Geomorfologia / Carminda Cavaco – Acerca das Relações Económicas Cidade-Campo na França / Orlando Ribeiro – Influencias Muçulmanas no Nordeste da Península Ibérica / Paula Bordalo Lema – Publicações Recentes Acerca da Península Ibérica / Carlos Alberto Medeiros – Noticias da Cartografia do Arquipélago de Cabo Verde / Ilídio Amaral – Elementos Estatísticos Ultramar. Angola (1) – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1968. Desc. 134 pág + 18 Estampas + 5 Mapas / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    6. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. III – n.º6 – Orlando Ribeiro – Primeira Seminário Internacional de Geografia / Pierre Dansereau – Les structures de Végétation / Pierre Dansereau – Végétation de la Macaronésie / Jean Demangeot – Mouvements du Sol et Morphogenèse / Etienne Juillard – La Marque de La Ville Sur La Campagne / Etienne Juillard – Le Micro-Aménagement Régional des Campagnes / Orlando Valverde – Sistema de Roças (Agricultura Nomade ou Itinerante) / Orlando Valverde – A Amazónia Brasileira  (Alguns Aspectos Sócio-Económicos) / Orlando Ribeiro – Excursão a Arrábida / Orlando Ribeiro – Excursão a Estremadura e Portugal Central / Maria Alfreda Cruz – Documentos Para o Ensino ( A Cidade de Setúbal) – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1968. Desc. 136 ao 310  pág + 5 Estampas + 5 Tabelas + 3 Mapas / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    7. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. IV – n.º7 – Torsten Hagerstrand – Jorge Gaspar / Suzanne Daveau – Structure Et Relief de la Serra da Estrela / Orlando Ribeiro – Proémio Metodológico ao Estudo das Pequenas Cidades Portugueses / Ilídio do Amaral – Beira, Cidade e Porto do Índico – Notas e Recensões – Orlando Ribeiro – A Propos Du XXI Congres International de Géographie / Carlos Alberto Medeiros – Acerca da Ocupação Humana das Ilhas Portuguesas do Atlantico / Ilidio do Amaral – Notas de leitura em Geografia Urbana / S. Daveau – Climatologie Dynamique de la Peninsule Iberique / Carminda Cavaco – Elementos Estatísticos (A Pesca e a Industria Conserveira de Peixe em Portugal» – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1969. Desc. 153  pág + 18 Estampas + 3 Mapas / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    8. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. IV – n.º8 – Orlando Ribeiro  Alexandre Von Humbold (1769-1859) / Suzanne Daveau – Structure Et Relif de la Serra da Estrela / Jorge Gaspar – A Morfologia Urbana de Padrão Geométrico na Idade Média / Carminda Cavaco – Geografia e Turismo no Algarve (Aspectos Contemporâneos) – Notas Recensões – Alfredo S. Mendes – Noticias Acerca do Sistema de 28 de Fevereiro de 1969 em Portugal Continental / Paula Bordalo Lema – Publicações Recentes Acerca da Península Ibérica /  Isabel Marques – Cidades e Regiões no Loire Médio / Carminda Cavaco – Documentos para o Ensino (A Paisagem Rural do Minho) – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1969. Desc. 156 ao 298  pág +24 Estampas + 1 Mapas / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    9. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. V – n.º10 – Jorge Gaspar – Os Portos Fluviais do Tejo / Isabel Marques Medeiros – Arcos de Valdevez (Estudo de Geografia Urbana de Uma Vila do Alto Minho) – Notas e Recensões – O. Ribeiro – XXII Congresso Internacional de Geografia / Carminda Cavaco – Geografia e Turismo: Exemplo, Problemas e Reflexões / A. M. Galopim de Carvalho e C. de Oliveira Alves – Nota Sobre os Depósitos Terciários de Moura / S. Daveau – Le Bassin Tertiaire du Tage: Problèmes D’Interprétation Géomorphologique / L. Gouveia – Luanda – Estudo de Geografia Urbana / Edite Martisn Alves – Documentos Para o Ensino – O Ensino da Geografia ao Nível Secundário (Notas Didácticas) – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1970. Desc. 154 ao 317  pág +16 Estampas + 2 Mapas / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    10. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. VI – n.º11 – Suzanne Daveau – La Glaciation de la Serra da Estrela / Carminda Cavaco – Migrações Internacionais de Trabalhadores do Sotavento do Algarve / M. Viegas Guerreiro – Vida Humana no Deserto de Namibe: Onguaia – Notas e Recensões – A. M. Galopim de Carvalho Et S. Daveau – Le Dépôt Grossier de La Serra da Galega / Paula Bordalo Lema – Fontes Para o Estudo da Agricultura em Portugal / S. Daveau – Travaux Récents Sur le Nord-Ouest de la Péninsule Ibérique / Lene dos Reis – Landscapes Of Bacchus: The Vine in Portugal / Ilídio do Amaral – Notas Acerca do Estudo das Cidades da África ao Sul do Sara / João Proença Ribeiro – Elementos Estatísticos – Azeite e Óleos Vegetais Comestíveis – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1971. Desc. 190  pág +16 Estampas + 2 Mapas / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    11. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. VI – n.º12 – Orlando Ribeiro – Hermann Lautensach (1886-1971) / Gaetano Ferro – Le Regioni Nell’Ordinamento Dello Stato Italiano e Nella Realta Geografia / António de Brum Ferreira – O Rebordo Ocidental da Meseta e a Depressão Tectónica da Longriva / Celeste de Oliveira Alves – A Bacia de Marmelar. Aplicações de Métodos Sedimentológicos ao Estudo da Evolução do Relevo – Notas e Recensões – O. Ribeiro – Comentário Geográfico e Dois Passos de «Os Lusíadas» / H. Nonn – Sur Le Problème de L’Érosion Différentielle en Terrain Granitique. Présentation de Deux eas Galiciens / O. Ribeiro – Publicações Recentes Acerca da Bacia do Rio Paraíba / J. Gaspar – Nice Lecorq Müller / M. A. Cruz – A Propósito da Dinâmicas Demográfica em Portugal / J. Gaspar – Os Resultados Preliminares do 11.º Recenseamento da População / T. Barata Salgueiro – A Área de Influencia da Secundária de Torres Vedras (Documentos Para o Ensino) – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1971. Desc. 162 ao 307  pág +4 Estampas + 4 Mapas / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    12. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. VII – n.º13 – Suzanne Daveau – Répartition Géographique des Pluies Exceptionnellement Fortes au Portugal / Isabel Marques Medeiros – Apontamentos Sobre a Pesca e a Evolução da Indústria Piscatória em Angola / Orlando Ribeiro – Localização e Destino dos Urbanos de Trás-os-Montes / Paula Bordalo Lema – A Função de Algumas Aldeias Diferenciadas noNordeste Trasmontano – para um Estudo de Hierarquia de Distancia – Notas e Recensões – C. A . Medeiros – Ensaios de Geografia Humana e Regional: Orlando Ribeiro / S. Daveau – Ouvrages Récents de Géograpie Historique / C. A. Medeiros – Uma Nova Geografia de África: Pierre Gourou / P. B. Lema – Campabnes Ombriennes: A Importancia dos Fluxos Para a Interpretação em Geografia: H. Desplanques / T. Barata Salgueiro – Fenómeno Urbano e Desenvolvimento Social na Região de Lisboa: Informação Social / T. Barata Salgueiro – As Cidades da União Soviética: Chauncy Harris – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1972. Desc. 166  pág +10 Estampas / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    13. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. VII – n.º14 – Gérard Mottet – Observations Geomorphologiques a líle Volcanique de Terceira (Açores) / Orlando Ribeiro – «Nouvelle Géographies» Et Géographie Classique (A Propos de Deux Éditions Recentes) – Notas e Recensões – Carminda Cavaco – Abastecimento de Lisboa em Hortaliças e Frutas. O Contributo Algarvio / I. do Amaral – Congresso Internacional de Geografia (Primeira Parte) / T. Barata Salgueiro – A Área de Influência de Évora: J. Gaspar / S. Daveau – La Population Rurale du Marc: D. Noin / M. Helena Cavaco – O Trabalho de Grupo no Ensaio da Geografia nos Liceus (Documentos para o Ensino) – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1972. Desc. 168 ao 323  pág +4 Estampas + 1 Mapa + 1 Gráfico / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    14. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. VIII – n.º15 – Suzanne Daveau – Quelquer Exemples D’Évolution Quaternaire des Versants au Portugal / Friedrich Wieneke et Uwe Rust – Variations du Niveau Marin et Phases Morphoclimatiques Dans le Désert Du Namib Central Afrique du Sud-Ouest / Maria da Conceição Faria Matos – A Vida Rural na Apúlia – Notas e Recensões – I. do Amaral – 22.º Congresso Internacional de Geografia (Primeira Parte) / C. Romariz  e  A. M. Galopim de Carvalho – Dunas Consolidadas da Região de Sines-Porto Covo / A. M. Galopim de Carvalho e C. Romariz -Tufos Calcários Quaternário de Santiago de Cacem / S. Daveau – Géologie Économique / Maria João Queiroz Roseira – A Região do Vinho do Porto / Paula B. Lema – Os Jogos no Ensino da Geografia / S. Daveau – Quelques Manuels Récents de Géographie Régionale Consacrés à Diverses Parties de I’Amérique / Celeste Alves Coelho – Moçambique (Elementos Estatísticos) – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1973. Desc. 161  pág + 17 Estampas  / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    15. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. VIII – n.º16 – Orlando Ribeiro – Um Mestre da Geografia no Nosso Século – Emmanuel de Martonne (1873-1955) / Suzanne Daveau – Pages Choisies D’Émmanuel de Martonne / Pierre Birot – La Géographie Climatique Dans L’Oeuvre de Emm de Martonne / Jean Demangeot – Une Montagne Tropical: Les Nilghiri (Inde du Sud) – Notas e Recensões – I. do Amaral – Centro de Estudos Geográficos (1943-1973) / I. do Amaral – Imagens do Deserto de Moçâmedes (Angola) (Documentos para o Ensino) – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1973. Desc. 161  pág + 17 Estampas  / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»
    16. Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia – Vol. IX – n.º17 – Gaetano Ferro – Algarve, Ligúria e Sudoeste Sicilino. Tentativa de Comparação / Maria Clara Mendes – Aspectos Geográficos da Rede Urbana da Suazilândia / Bodo Freund – L’ancien Cadastre de Vilaça Étude Méthodologique sur L’évolution d’um Village du Nord du Portugal / Carminda Cavaco – Monte Gordo: Aglomerado Piscatório e de Veraneio (Primeira Parte) – Notas e Recensões – O. Ribeiro – O XXIII Congresso Internacional de Geografia, Moscovo 1976 / O. Ribeiro – Varenius, Percursos da Geografia Moderna / O. Ribeiro – Centenário do Tetraedro ou Uma História de Proveito e Exemplo / G. Mottet – Les Tunnels Dans les Coulées de lave de Terceira (Açores) / S. Daveau – Deux thèse Récentes  de Géomorphologie Marocaine / S. Daveau – La Carte Topographique au 1:25 000 du Portugal / M. V. Guerreiro – S. João das Lampas, Freguesia Saloia do Concelho de Sintra / M. F. Alegria – Estrutura Etária da População de Portugal Continental em 1970 (Documentos Para o Ensino) – Centro de Estudos Geográficos – Lisboa – 1974. Desc. 169  pág + 8 Estampas  / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust «€15.00»

     


  • A Arte Popular em Portugal [3 – Volumes Completos]

    A Arte Popular em Portugal
    A Arte Popular em Portugal «€250.00»

    Fernando de Castro Pires de Lima – A Arte Popular em Portugal – [3 – Volumes Completos] – Editorial Verbo – Lisboa -1963. Desc. 410 + 422 + 426 / 31 cm x 24 cm /  E. de Origem (Muito Procurado)

    Fernando de Castro Pires de Lima (Porto, 10 de Junho de 1908 – Porto, 3 de Janeiro de 1973) foi um médico, professor, escritor e etnógrafo português Licenciou-se no curso de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Desempenhou as funções de assistente e director da Enfermaria no Hospital Geral de Santo António, foi professor de Higiene no Conservatório de Música no Porto e director da Biblioteca Popular e do Arquivo de Medicina Popular. Presidiu, ainda, ao Instituto de Etnografia e foi director do Museu de Etnografia e História do Porto na qualidade de etnógrafo. Participou, ainda, em várias publicações científicas e periódicas nacionais e estrangeiras destacando-se a “Revista de Guimarães”, a “Revista Lusitana” e a “Revista de Tradiciones Y Dialectologia” (Madrid). Foi também membro de associações científicas e culturais nacionais e estrangeiras como a Associação dos Arqueólogos do Instituto de Coimbra, a Sociedade de Antropologia e Etnologia do Porto, o Instituto de História e Etnografia de Lisboa, o Instituto de Antropologia de Paris, a Sociedade de Folclore do Brasil, a Federação das Academias de Letras do Brasil, a Associação de Escritores Médicos de Madrid, a Real Academia Gallega, o Seminário de Estúdios Gallegos, a Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto, a Academia das Ciências, entre outros. Foi Cavaleiro da Ordem da Instrução Pública a 26 de Junho de 1940.


  • Boletim da Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais

     

     

     

     

    This gallery contains 30 photographs in all as   photograph etc.

  • Portos Marítimo – Funchal / Aveiro

  • Estudos, Notas e Trabalho do Serviço de Fomento Mineiro

    Estudos, Notas e Trabalho do Serviço de Fomento Mineiro
    Estudos, Notas e Trabalho do Serviço de Fomento Mineiro

    (1) – Estudos, Notas e Trabalho do Serviço de Fomento Mineiro – Vol. VII – Fásc. 1/2 – Pesquisas de Petróleo em Portugal – A. Beeby Thompson / Considerações Sobre Depósitos de Zinco do Sul de Portugal – Dr. João Martins da Silva / Contribuição Para o estudo da indústria Siderúrgica em Portugal – Eng. V. Pinto Pinheiro – Republica Portuguesa – Ministério da Economia – Direcção-Geral de Minas e Serviços Geológicos – Lisboa – 1952. Desc.[279] pág + [2] Estampas + [19] Mapa + [3] Tabelas + [2] Desenhos / 25 cm x 17 cm / Br. Ilust. «€40.00»

    (2) – Estudos, Notas e Trabalho do Serviço de Fomento Mineiro – Vol. XVII – Fásc. 1/2 – Métodos de Exploração por Desabamento – Eng.º José António Simões Cortez / Utilização dos Sienitos Nefelínicos na industria Cerâmica – Dr. A. Vasconcelos Pinto Coelho  – Republica Portuguesa – Ministério da Economia – Direcção-Geral de Minas e Serviços Geológicos – Lisboa – 1965. Desc. 352 pág + 7 Tabelas / 25 cm x 17 cm / Br. Ilust. «€40.00»

    Estudos, Notas e Trabalho do Serviço de Fomento Mineiro «€40.00»
    Estudos, Notas e Trabalho do Serviço de Fomento Mineiro

    (3) – Estudos, Notas e Trabalho do Serviço de Fomento Mineiro – Vol. XIX – Fásc. 1/2 – Prospecção e Estudo de Algumas Areias da Península de Setúbal – Dr. A. M. Galopim de Carvalho / Aspectos Geoquímicos de Pegmatitos e Veios da Área Astano-Volframitica de Amarante – Celorico de Basto – Dr. J. M. santos Oliveira / Minas do Antimónio e Ouro de Gondomar – Ag. Téc. Eng. Adalberto Dias de Carvalho / O Caulino da Telheira (Vila Nova de Gala) – Dr. A. J. R. Lapa – Republica Portuguesa – Ministério da Economia – Direcção-Geral de Minas e Serviços Geológicos – Lisboa – 1965. Desc. [197] pág + [8] Mapas/Tabelas / 25 cm x 17 cm / Br. Ilust. «€25.00»

    (4) – Estudos, Notas e Trabalho do Serviço de Fomento Mineiro – Vol. XIX – Fásc. 3/4 – Notes Sur la Stratigraphie et Le Volcanisme de la Province Pyrito-Cuprifere Du Baixo-Alentejo (Portugal) – Dr. Roland Delcey / Geoquímica de Alguns Granitos do Norte de Portugal e Suas Relações cm Mineralização Estaniferas – Dr. J. M. santos Oliveira / Rochas Dolomíticas de Santiago do Cacém – Dr. Giuseppe Menuppella / Sobre a Existencia de Bentonite em Portugal – Dr. A. M. Galopim de Carvalho / Sobre o Prolongamento e Presumível Idade dos «Calcários e Diabases» de Barrancos – Dr. Jacinto Correia Perdigão / Substancias Minerais não Metálicas do Distrito de Faro. Contribuição Para o seu Conhecimento – Dr. Vitor M. Correia Pereira – Republica Portuguesa – Ministério da Economia – Direcção-Geral de Minas e Serviços Geológicos – Lisboa – 1965. Desc.[199] ao [360]  pág + [7} Mapas/Tabelas + 10 Estampas / 25 cm x 17 cm / Br. Ilust. «€.30.00»

    (5) – Estudos, Notas e Trabalho do Serviço de Fomento Mineiro – Vol. XVI – Fásc. 3/4 – Engenheiro, João Lopes Guimarães dos Santos /
    Os minérios do jazigo de Pb-In-Ag I! de Terramonte – Dr. Orlando da Cruz Gaspar / Moagem autogénea – Eng.º Horácio Maia e Costa /
    Matérias-primas Minerais não Metálicas – l – As areias Pliocénicas de : Barosa (Leiria) – Dr. A. J. R. Lapa / Relatório· do Sénlço de Fomento Mineiro do ano de 1962 – Eng.º J. L. Guimarães dos Santos – Republica Portuguesa – Ministério da Economia – Direcção-Geral de Minas e Serviços Geológicos – Lisboa – 1967. Desc.[173] ao [293]  pág + [1] Quadro + [19] Estampas / 25 cm x 17 cm / Br. Ilus «€25.00»

    (6) – Estudos, Notas e Trabalho do Serviço de Fomento Mineiro – Vol. XVI – Fásc. 3/4 – Notes sur la stratigraphie et Ie Volcanisme de la province pyritocuprifère du Baixo – Alentejo (Portugal) – · Dr. Roland. Delcey / Geoquímica de alguns Granitos do Norte de Portugal e suas Relaçoes com Mineralização Estaníferas – Dr.M. Santos Oliveira /  Rochas Dolomíticas de Santiago de Cacém – Dr. Giuseppe Manuppella /  Sobre a Existencia de Bentonite em Portugal – Dr. A.M. Galopim de Carvalho / Sobre o Prolongamento e Presumivel Idade dos «Calcários e Diabases« de Barrancos – Dr. Jacinto correia Perdigão /  Substâncias Minerais não Matélicas do Distrito de Faro. Contribuição Para o seu Conhecimento – Dr. Vitor m. Correia Pereira – Republica Portuguesa / Ministério da Indústria e Energia e Exportação / Direcção-Geral de Geologia e Minas – Lisboa – 1970. Desc.[199] ao [361 ] pág + [11 Estampa] + [2 Mapa/Carta] + [3 Gráfico] + [2 Quadro] / 25 cm x 17 cm / Br. Ilust. «€25.00»

    Bacia Carbonífera do Norte de Portugal os Jazigos de S. Pedro da Cova e do,Pejão

    (7) – Estudos, Notas e Trabalhos do Serviço de Fomento Minério – Vol. XXIV – Fascs. 1/4 – 1981 – Bacia Carbonífera do Norte de Portugal os Jazigos de S. Pedro da Cova e do,Pejão – Jose Lopes da Silva Freire  – Republica Portuguesa / Ministério da Indústria e Energia e Exportação / Direcção-Geral de Geologia e Minas – Lisboa – 1981. Desc.[380] pág + [37 Desenhos] / 25 cm x 17 cm / Br. Ilust. «€50.00»


  • O Archeologo Português

    O Archeologo Português
    O Archeologo Português «€100.00»

    O Archeologo Português – Vol. II – Janeiro de 1896 – N.º1 ao 12 (Ano Completo) –  J. L. de V – Novos Testemunhos da Civilização Neolithica /  J. L. de V – Aquisições do Museu Municipal de Elvas /  Joaquim Correia Baptista – Salacia /  Márques da Costa – Antiguidades dos Arredores, de Setúbal /  J. L. de V – Xorca de Ouro /  J. M. Pereira Boto – Notícias do Museu Archeologico de Faro /  J. L. de V – Medalhas do Conde da Ribeira-Grande /  J. L. de V – Estátuas de Guerreiros Lusitanos /  Joaquim de Vasconcellos – Os Desenhos de Francisco de Hollanda /  Sousa Viterbo – Estudos Numismáticos /  J. L. de V – Sepulturas Antigas Descobertas em Beja /  A. Mesquita de Figueiredo – Informações Archeologicas Colhidas no «DICCIONARIO GEOGRAPHIFICO » DE CARDOSO /  A. C. Teixeira de Aragão – Antiguidades Romanas de Balsa /  J. L. de V – Bibliographia / Pedro A. De Azevedo – Estractos Archeologicos Das «MEMORIAS PAROCHIAES DE 1758 / A. dos Santos Rocha – Notícias de Algumas Estações Romanas e Arades do Algarve /   J.L. de V – Inscripções Romanas do Museu de Beja / Henrique Botelho – Antas no Concelho de Villa-Pouca-de-Aguiar / Oliveira Guimarães – Explorações Archeologicas em Paços de Ferreira / J. L. de V – Novo Achado de Braceletes Pre-Romanos / Pedro A. De Azevedo – Estractos Archeologicos das «MEMORIAS PAROCIDAES DE 1758» / J. L. de V – A Cerca das Antas / C. da Camara Manuel – Archeologia Eborense / M. Capella – MIilliarios do Conventos Bracaraugustanus / J. L. de V – Dois Denarios da Família «Decimia» / A. dos Santos Rocha – Estudo Sobre um Machado de Pedra do Algarve / J. L. de V – As Grutas de Cascais / C. da Câmara Manuel – Joaquim Possidónio Narciso da Silva / J. L. de V – Bibliographia / J. L. de V – Inscripções Romanas de Moncorvo / Pedro A. De Azevedo – Estractos Archeologicos das «MEMORIAS PAROCHIAES DE 1758» / J. L. de V – Acquisições do Museu Ethnographico Postuguês / Joaquim Correia Baptista – Salacia / Sousa Viterbo – Duas Campas de Bronze com Inscripções em Versos Leoninos / J. M. Pereira Boto – Archeologia do Algarve / A. dos Santos Rocha – Vestigios Romanos no Valle do Mondego e Immediações / J. L. de V – Aquisições do Museu Ethnographico Postuguês / J. L. de V – Pedra do Museu Cenaculo / A. Mesquita de Figueiredo – Informações Archeologicas Colhidas no «DICClONARIO GEOGRAPHICO» de Cardoso / J. L. de V – Duas Lapides Funerarias de Olisípo / J. M. Pereira Boto – Museu de Faro / J. L. de V – lnscripção Romana de Moncorvo / J. L. de V – Ainda a Propósito de «Anta» / J. L. de V – Notícias Várias / J. L. de V – Inscripção da Epocha Wisigothica / Pedro A. De Azevedo – Estractos Archeologicos das «Memorias Parochiae  DE 1758» / J. L de V – Bibliographia / Sousa Viterbo – Archeologia Industrial Portuguesa / David Lopes – Cousas Arábico-portuguesas / Maximiano Apollinario – Necrópole Neolithica do Valle de S.Martinho / C. da Câmara Manuel – A «CRUZ DE PORTUGAL» em Silves / J. L de V – Um Monumento Nacional / A. Santos Rocha – As Louças Pintadas do Castro de Santa Olaya / A. P. de Miranda Montenegro – Antigo Aqueducto de Lisboa /  Cesar Pires – Antas dos  Arredores de Machêde /  J. L de V – Aula de Numismática da Bibliotheca Nacional de Lisboa /  J. L de V – Dolmens do Concelho de Villa Pouca de Aguiar / P. Belchior da Cruz – Museu Municipal da Figueira da Foz / J. L de V – Questionários Archeologicos / M. de Mattos Silva – Noticias das Antiguidades Pré-históricas do Concelho de Avis / J. L de V – Gruta da Senhora de Carnaxide / J. L de V – Proteção Dada Pelos Governos, Corporações Officiais e Institutos Scientificos a Archeologia / J. L de V –  Acquisições do Museu Ethnographico Português / J. L de V – Sepultura de Pedra /  J. L de V – Nota acerca das Fontes / Pedro A. De Azevedo – Estractos Archeologicos das « MEMORIAS PAROCHIAES DE 1758 » / Henrique Botelho – Antas e Castros do Concelho de Alijo / J. L de V – Bibliographia / L. de Figueiredo da Guerra  – A Exposição de Vianna do Castello / J. L de V – Museu em Vila Real / António de Vasconcellos – Secção de Archeologia do Instituto de Coimbra / César Pires – Sepulturas Romanas de Bencafede / J. L de V – O Arcebispo de Évora e a Archeologia / J. L de V – Novas Moedas de Salacia / J. L de V – Museu Archeologico da Bibliotheca de Évora /  J. L de V – A «PORCA» de Murça / J. L de V – A Archeologia nos Jornais Portugueses / J. L de V – Uma Notícia Archeologica / Albino Pereira Lopo – Inscrições de Uma Casa em Bragança / G. de Almeida Santos – Numismática / J. L de V – Protecção Dada Pelos Governos, Corporações Officiaes e Institutos Scientificos a Archeologia / P. Belchior da Cruz – Noticias Várias / J. L de V – Bibliographia / J. M. Pereira Botto – Progressos do Museu Lapidar de Faro / Henrique Botelho – Dolmens no Concelho de Villa-Real / Henrique Botelho – Errata / J. L de V – Ruinas de S. Mamede (VIMIOSO) / Paul Choffat e J. Leite de Vasconcellos – Mudanças do Nível do Oceano /David Lopes – Errata / C. da Câmara Manuel – Archeologia Eborense / Pedro A. De Azevedo – Extractos Archeologicos das«MEMORIAS PAROCHIAES DE 1758» / J. L de V – Arte Romana / J. L de V – A Arrábida – Imprensa Nacional – Lisboa – 1896. Desc. 330 pág / 25 cm x 16,5 cm / Br. Ilust «Completo»

    O Archeologo Português «€100.00»
    O Archeologo Português «€100.00»

    O Archeologo Português – Vol. III – Janeiro de 1897 – N.º1 ao 12 (Ano Completo) – Joaquim Rasteiro –  Notícias Archeologias Da Península Da Arrábida / J. L. de V – Museu Municipal De Bragança / J. L. de V – Estudos Sobre Panoias / C. da Câmara Manuel – A Archeologia em Évora / J. L. de V – Estatueta Romana De Hercules / J. L. de V e Visconde de Coruche – Objectos Romanos Achados Em Coruche / J. L. de V – Aos Colecionadores Portugueses / Henrique Botelho – Antiguidade De Trás-os-Montes / Ad. de Ceuleneer – Necessidades Dos Estudos Clássicos / Albino Pereira Lopo – Uma Lapide Do Castello De Oleiros Da Bemposta (MOGADOURO) / António de Vasconcellos – Um Problema Epigráphfico / J. L. de V – Museu Municipal De Braga / A. Santos Rocha – Antiguidades Romanas Das Vizinhanças De Nellas / Maximiano Apollinario – Grutas Do Furadouro / José Joaquim Nunes – Gruta Do Serro Do Algarve / J. M. Pereira Botto – A Philatelia / Manuel Maria Portella – Archeologia / P. Belchior da Cruz –  Museu Municipal De Bragança / Pedro A. De Azevedo – Extractos Archeologicos das “MEMORIAS PAROCHIAES DE 1758» / J. L. de V –  Acquisições Do Museu Ehnographico Português / J. L. de V – Bibliograghia / J. Leite de Vasconcellos – Museu Ethnológico Português / Albino Pereira Lopo – O «CASTELLO» DE Rebordãos / J. L. de V –  Bibliograghia / P. Belchior da Cruz – Museu Municipal De Figueiras Da Foz / Henrique Botelho – Moedas Romanas Achadas Em Agarez / J. L. de V – Lapide Romana De Villa-Boim / J. L. de V –  Acquisições Do Museu Ehnographico Português / Albino Pereira Lopo – A Torre De Menagem  De Bragança /  J. L. de V – Moeda De Salácia / Albino Pereira Lopo – As Ruínas Da Devesa De Villa Nova / J. L. de V – Padre  Joaquim José Da Rocha Espanca / Pedro A. de Azevedo – O Território Do Antigo Castro De Ovide / J. L. de V – Notícias Várias / P. Belchior da Cruz – A Respeito DE Conimbriga / Albino Pereira Lopo – Duas Povoações Mortas / Pedro A. De Azevedo – Extractos Archeologicos das«MEMORIAS PAROCHIAES DE 1758» / P. Belchior da Cruz – Museu Municipal De Bragança / J. L. de V – Estudos Sobre Troia De Setúbal / José Leite e Vasconcellos – Inscriptio Arae Romanae Reperte ln Oppido Aliquo Vetusto, Sed Ignoto Lusitaniae Orientalis / J. L. de V – Acquisições DO Museu Ethnológico Português / J. L. de V – Dolmen De Villarinho / Fonseca Cardoso – Penedo Com Insculpturas, Nos Arredores De Vianna DO Castello / Pedro A. de Azevedo – Alguns Sellos Antigos Do Concelho De Santarém / J. L. de V – Estudos Sobre Panoias / A. Mesquira de Figueiredo – Vestígios Archeologicos De Pombal / P. Belchior da Cruz – Notícias Várias / Albino Pereira Cruz – O Tumulo Do Conde DE Ariães / J. L. de V – Nova Inscripção Ibérica Do Sul De Portugal /J. L. de V – Publicações Archeologicas Recentes / P. Belchior da Cruz – Museu Municipal De Figueira Da Foz / Albino Pereira Cruz – Lapide Romana / Pedro A. De Azevedo – Extractos Archeologicos das«MEMORIAS PAROCHIAES DE 1758» / G. de Almeida Santos – Numismática /Albino Pereira Lopo – Miranda Archeologica / Pedro A. de Azevedo – Notícias Archeologicas Colhidas Em Documentos Do Século XVIII / Henrique Botelho – Numismática Portuguesa / A. Mesquita de Figueiredo – Informações Archeologicas Colhidas NO «DICIONARIO GEOGRAPHICO» De Cardoso / Albino Pereira Lopo – Lapide Romana De Babe / Pedro A. De Azevedo – Extractos Archeologicos das«MEMORIAS PAROCHIAES DE 1758» / Albino Pereira Lopo – Museu Municipal De Bragança / Albino Pereira Lopo – A Brigantia / Pedro A. de Azevedo – Notícias Archeologicas Colhidas Em Documentos Do Século XVIII / António Santos Rocha  – Relatório Acerca do Museu Municipal Da Figueira Da Foz / Henrique Botelho – Duas Necrópoles No Concelho De Villa-Pouca-De-Aguiar / Pedro A. de Azevedo – Estudos Sobre Troia De Setúbal / Padre F. matos Galamba – Estudos Sobre Salácia / J. L. de V – Acquisições Do Museu Ethnológico Português / J. L. de V –  Bibliographia / Alphonse de Witte – Des Monnaies D’or Portugaises / O Século – Museus / A. Mesquita de Figueiredo – Informações Archeologicas Colhidas NO «DICIONARIO GEOGRAPHICO» De Cardoso / J. L. de V –   Bibliographia / Albina Pereira Lopo – Notícias De Lamalonga / José Leite de Vasconcellos – Fasciculus  Inscriptionum  Myrtilensium  Nuper  Repretarum / J. L. de V – Notícias Várias / A. dos Santos Rocha – A Archeologia do Monte Amarello / P. Belchior da Cruz – Museu Municipal De Figueira Da Foz / J. L. de V – Aula De Numismática Da Bibliotheca Nacional De Lisboa / J. L. de V –  Acquisições Do Museu Ethnológico Português – Imprensa Nacional – Lisboa – 1897. Desc. 315 pág / 25 cm x 16,5 cm / Br. Ilust «Completo»

    O Archeologo Português «€100.00»
    O Archeologo Português «€100.00»

    O Archeologo Português – Vol. V – Janeiro de 1899-1900 – N.º1 ao 12 (Ano Completo) – J. Leite de Vasconcellos – Aos Leitores / L. Figueiredo da Guerra – Limia e Brutobriga / Arronches Junqueira – Estudos sobre troia de Setúbal / Manuel Joaquim de Campos – Numismática Colonial / J. L. de V – Moeda de Chumbo da Republica Romana / J. L. de V – Bibliographia / Albino Pereira Lobo – O Castro do Lombeiro de Maquieiros em Gondesende (Bragança) / J. L. de V – P.ª José Augusto Tavares / Robert Mowat –  Monnaie de baesuris, Ville de Lusitanie / A.B. de F – Sêllo do Padre-Mestre Gonçalo Origiis, Dominicano em Santarém / Pedro A. De Azevedo – Extratos Archeológicos das «MEMORIAS PAROCHIAES» / J. L. de V – Notícias Varias / J. L. de V – Archeologia de Alto-Minho / J. L. de V – Novas Inscripções Ibéricas do Sul de Portugal / José Calldo – Inscripções Sepulcral Romana / J. L. de V – Inscripções Romana de Ossónoba / Albino Pereira Lopo – Aula de Archeologia no seminário Diocesano de Bragança / Manuel Joaquim de Campos – Numismática Colonial / J.L. de V – Cornelius Bocchus / J.L. de V – Extractos Archeológicos das «MEMORIAS PROCHIAES» / J.L. de V – Bibliographia / J.L. de V – Contos Para Contar / José Pessanha – O Calix de Ouro do Mosteiro de Alcobaça / J. L de V – Protecção Dada pelos Governos, Corporações Officiais e Institutos Scientificos a Archeologia / António de Vasconcellos – D. Elvira Lopez / Albino Pereira Lopo – Museu Municipal de Bragança / J. L de V – Alcobaça Archeologica / Pedro A. De Azevedo – Notícias Archeologicas de Século XVIII / J. L de V – Bibliographia / A. F. Barata – André de Resende / Pedro A. De Azevedo – Extractos Archeológicos das «MEMORIAS PROCHIAES» / J. L de V – Congresso Numismática / José Pessanha – O Calix de Ouro do Mosteiro de Alcobaça / José Joaquim Nunes – Necrópole Luso-Romana nos Arredores de Lagos / J. L de V – Objectos Romanos Achados em Coruche / Albino Pereira Lopo – O Castro de Samil e as Cavernas de S. Lourenço / J. L de V – A Mesa dos Ladrões em Valle D’Ovos / Gabriel Pereira – Antiguidades Romanas em Évora / Albino Pereira Lopo – S. Jusenda / Pedro A. De Azevedo – Notícias Archeologicas de Século XVIII / J. L de V – Medalha Commemorativa do 4.º Centenário do Descobrimento do Brasil / P. Belchior Cruz – Archeologia do Concelho da Figueira / J. L de V – Congresso de História das Religiões / José Pessanha – O Calix de Ouro do Mosteiro de Alcobaça / L. Figueiredo Guerra – Os Castellos de Fraião e de Pena da Rainha / Albino Pereira Lopo – Gimonde / J. L de V – Analecta Epigraphica Lusitano-Romana / Albino Pereira Lopo – Picote (Miranda-do-Douro) / Pedro A. De Azevedo – Auto D’Uma Posse do Castello de Noudar e Inventário do que Lá Existe no Século XVI / L. de Figueiredo da Guerra – O Paço Ducal de Barcellos / Pedro A. De Azevedo – Extractos Archeologicos das «MEMORIAS PROCHIAES» / José Pessanha – O Calix de Ouro do Mosteiro de Alcobaça / J. L. de V  e Joaquim de Castro Lobo – Protecção Dada Pelos Governos, Corporações Oficciais e Institutos Scientificos a Archeologia / J. L. de V  – Notícias Várias / Arsénio Alvares da Silva – Contos Para Contar /  J. L. de V – Analecta Epigraphica Lusitano-Romano / L. de Figueiredo da Guerra – Vestígios Romanos no Concelho de Vianna do Castello / P. Belchior Cruz – Museu Municipal da Figueira da Foz / Albino Pereira Lopo – Elementos Para a Solução de um Problema Archeologico / Pedro A. De Azevedo – Extractos Archeologicos das «MEMORIAS PROCHIAES» / J. L. de V – Inscripções Romanas do Minho /P. Belchior Cruz – Estação Romana da Ribeira (Tralhariz) / J. L. de V – A Archeologia na Figueira da Foz / A. de Santos Rocha – A Goiva de Pedra nas Estações Neolithicas das Cercanias da Figueira / J. L. de V – Antiguidades de Cárquere / Pedro A. De Azevedo – Do Areeiro á Mouraria / J. L. de V – Da Lusitânia á Bética / Albino Pereira Lopo – Estevaes do Mogadouro / J. L. de V – Inscripção Romana de Pedrulha / Pedro A. De Azevedo – Extractos Archeologicos das «MEMORIAS PROCHIAES» / Pedro A. De Azevedo – Do Areeiro á Mouraria / Albino Pereira Lopo – Torre de D. Chama / J. L. de V – Carranca de Bronze Romana / Henrique Botelho – Noticias Pré-Históricas / J. L. de V – Antiguidades Romanas de Lisboa / J. L. de V – Amuletos / Albino Pereira Lopo – Archeologia Transmontana / J. L. de V – Questionário Archeologico / Pedro A. De Azevedo – Extractos Archeologicos das «MEMORIAS PROCHIAES» / A. Vieira da Silva – A Judiaria Velha Lisboa / C. da Câmara Manuel – Ruinas do Convento do Alcance (Alentejo) / J. L. de V – Antiguidades do Sul de Portugal / Epiphanio Dias – Epitaphios / Albino Pereira Lopo e J. L de V – Museu Municipal de Bragança / Albino Pereira Lopo – Noticias Varias / Pedro A. De Azevedo – Extractos Archeologicos das «MEMORIAS PROCHIAES» – Imprensa Nacional – Lisboa – 1899-1900. Desc. 360 pág / 25 cm x 16,5 cm / Br. Ilust «Completo»

    O Archeologo Português «€100.00»
    O Archeologo Português «€100.00»

    O Archeologo Português – Vol. VI – Janeiro de 1901 – N.º1 ao 12 (Ano Completo) – Joaquim de Vasoncellos – A Industria Nacional Dos Tecidos / J. L. de V – Extractos Da Correspondência De F. Martins Sarmento (1881-1883) /J. L. de V – Emílio Hübner e a Archeologia Lusitano-Romano / P. Belchior da Cruz – Sociedade Archeologia DA Figueira / José Pessanha – Notas De Archeologia Artística / Pedro A. de Azevedo – Extratos Arqueológicos Das «MEMORIAS PAROCHIAES» / J. L. de V – A Propósito Da Inscripção Da Pedrulha / Santos Rocha – Sepulturas Abertas Em Rocha Viva / J. L. de V – Les Monnaires De La Lusitanie Portugaise / Henrique Botelho – Inscripção De Banagouro / Pedro A. de Azevedo – Erecção Em 1568 Da Freguesia Da Conceição De Lisboa E seus Primitivos Limites / Albino Pereira Lopo – Museu Municipal De Bragança / P. Belchior da Cruz – Exploração Da Sociedade Archeologica Da Figueira / Pedro A. de Azevedo – Extractos Archeológicos Das «MEMORIAS PAROCHIAES» / A. Vieira da Silva – A Judiaria Nova e As Primitivas Tercenas De Lisboa / J. L. de V – Notas Epigraphicas / J. L. de V – Notícias Varias / Gabriel Pereira – Porta Do Coro Da Sé De Évora / Manuel Francisco Vargas – Protecção Official a Archeologia / Sousa Viterbo – Notas De Archeologia Artística / Albino Pereira Lopo – Archeologia Bragançana / Epiphanio Dias – Epitaphios / Pedro A. de Azevedo – Extractos Archeológicos DAS «MEMORIA S PAROCHIAES» / R.Cagnat – Addition Aux Faster De La Lusitante / Pedro A. de Azevedo – Emprego Supersticioso No Brasil Da Pedra Do Raio / Henrique Botelho – Dolmens No Concelho De Villa Real / Pedro A. de Azevedo – Ruínas Prováveis De Uma Anta, Próximo De Aljezur / J. L. de V – Cartas De Francisco Martins Sarmento / Christovam Ayres – Igreja Da Graça Em Santarém / J. R. de Sousa Monteiro – Moedas De Goa / Protecção Official a Archeologia / Pedro A. de Azevedo – Mértola / J. L. de V – Medalha Commemorativa Do 4.° Centenário Do Descobrimento Do Brasil / A. Thomaz Pires – Catálogo Do Museu Archeológicos De Elvas / Pedro A. de Azevedo – Extratos Archeológicos Das «MEMORIA S PAROCHIAES» – Imprensa Nacional – Lisboa – 1901. Desc. 246 pág / 25 cm x 16,5 cm / Br. Ilust «Completo»


  • Arquitectura Popular em Portugal – Vol. 1 e 2-2

    Arquitectura Popular em Portugal «€350.00»
    Arquitectura Popular em Portugal «€350.00»

    Sindicato Nacional de Arquitectura – Arquitectura Popular em Portugal – Edição – Sindicato Nacional de Arquitectura – Lisboa –  1961. Desc. 351 + 375 pág / 29 cm x 23 cm / Encadernação Original de Tela . Ilust. «1.ª Edição»

    O Inquérito à Arquitectura Popular em Portugal designa uma série de trabalhos de campo levados a cabo na década de 50 do século XX por equipas de arquitectos portugueses, com o intuito de catalogar de forma objectiva a arquitectura vernacular no território português.A ideia de um inquérito à arquitectura regional portuguesa teve como base uma ideia dos arquitectos José Huertas Lobo e Francisco Keil do Amaral publicada em 1947 na revista Arquitectura: Revista de Arte e Construção editada pelo grupo ICAT. A primeira iniciativa de concretização teve lugar em 1949, por iniciativa do Sindicato Nacional dos Arquitectos, então sob a presidência do arquitecto Francisco Keil do Amaral, e de cuja direcção faziam igualmente parte os arquitectos Inácio Peres Fernandes, Dário Vieira e João Simões, junto do Instituto de Alta Cultura, não tendo obtido qualquer resultado. Seis anos mais tarde, em 1955, a iniciativa do Sindicato Junto do então Ministério das Obras Publicas Eng.º Eduardo de Arantes e Oliveira, encontrou o apoio do Governo traduzido na concessão de um subsídio nas condições fixadas pelo Decreto-lei n.º 40 349, de Outubro de 1955. Em 1961, o Sindicato Nacional dos Arquitectos Editava, em Dois Volumes , e Sob o Titulo  editava, em dois volumes, e sob o título , Arquitectura Popular em Portugal o resultado deste trabalho

  • Raças do Império

    Raças o Império
    Raças do Império «€130.00»

    Mendes Corrêa – Raças do Império – Portucalense Editora . S.A.R.L – Porto – 1943. Desc.625 Pagi + 22 Estampas /29,5 cm x 22 cm / Encadernação Inteira de Pele (Boa Conservação)


  • Geografia de Portugal(Acrecida do Estudo das Ilhas Adjacentes)

    Geografia de Portugal (Acrecida do Estudo das Ilhas Adjacentes)
    Geografia de Portugal (Acrescida do Estudo das Ilhas Adjacentes) «€120.00»

    A. de Amorim Girão – Geografia de Portugal (Acrescida do Estudo das Ilhas Adjacentes) Portucalense Editora, S.A.R.L – Porto-1960. Desc. 510 Pagi + LXXII Estampas + 16 Cartas Geográficas / 29,5 cm x 22 cm / Encadernação Inteira de Pele (Bom Conservação)    «3ª Edição»

    Aristides de Amorim Girão (nasceu em 1895, Fataunços, Vouzela – morreu em 1960) foi um geógrafo português. Formou-se na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Professor dessa mesma Faculdade, onde foi, por duas vezes, Director, fez o doutoramento em Ciências Geográficas em 1922. Considerado uma autoridade científica no âmbito da Geografia de Portugal, colaborou em várias revistas eruditas, pertenceu a diversas agremiações científicas e participou em muitos congressos nacionais e internacionais. Deixou uma vasta obra, quer de material cartográfico, quer de monografias, da qual se destacam: Bacia do Vouga: estudo geográfico (dissertação de doutoramento); Lições de Geografia Humana; Geografia de Portugal e Atlas de Portugal. Foi, essencialmente, com base nos estudos de Amorim Girão, sobre a divisão regional de Portugal, que foi traçada a divisão administrativa do continente em províncias, levada a cabo em 1936.


  • Mensário da «Casa do Povo»

    Mensário da «Casa do Povo»
    Mensário da «Casa do Povo» «€50.00» Cada Anuidade

    Mensário da «Casa do Povo» Ano VI – Nº65 de Novembro ao Nº78 de Dezembro de 1952 (Ano Completo) / Mensário da «Casa do Povo» Ano VII – Nº79 de Janeiro ao Nº90 de Dezembro de 1953 (Ano Completo) / Mensário da «Casa do Povo» Ano VIII – Nº91 de Janeiro ao Nº102 de Dezembro de 1954 (Ano Completo) / Mensário da «Casa do Povo» Ano IX – Nº103 de Janeiro ao Nº114 de Dezembro de 1955 (Ano Completo) / Mensário da «Casa do Povo» Ano X – Nº115 de Janeiro ao Nº126 de Dezembro de 1956 (Ano Completo)

    Obs: Anuidades completas encadernadas os mensais da Casa do Povo /31,5cm x23cm em 5 Volumes Completos Propriedade da Junta Central das Casa do Povo sobre o Director de Fernando Cid Proença e orientação Artística de M.Couto Viana – Composição e Impressão nas Oficinas Gráficas da Rádio Renascença –  Lisboa

     A casa do povo era o elemento primário da organização corporativa do trabalho rural, durante o regime corporativista do Estado Novo, em Portugal. Hoje em dia, as casas do povo são, essencialmente, associações locais com fins sociais e culturais. As casas do povo foram criadas pelo Decreto-Lei n.º 23 051 de 23 de setembro de 1933. Cada casa do povo era um organismo de cooperação social, dotado de personalidade jurídica, destinando-se a colaborar no desenvolvimento económico-social e cultural das comunidades locais, bem como a assegurar a representação profissional e a defesa dos legítimos interesses dos trabalhadores agrícolas. As casas do povo assumiram, também, a função de realizar a previdência social de todos os residentes na sua área de actuação. Paralelamente às casas do povo, foram criadas as casas dos pescadores com fins semelhantes, em povoações com elevada actividade marítima. A área de actuação territorial, de cada casa do povo seria, normalmente, correspondente a uma o mais freguesias, dentro de um concelho. As casas do povo agrupar-se-iam em federações regionais e estas, na Corporação da Lavoura. O Estado apoiava as casas do povo e velava pelo prosseguimento dos seus fins, através da Junta Central das Casas do Povo. A partir de 1982 e de acordo com a Lei nº. 4/82 de 11 de Janeiro, as casas do povo passaram a ter o estatuto jurídico de pessoas colectivas de utilidade pública, de base associativa, tendo como finalidade o desenvolvimento de actividades de carácter social e cultural e a cooperação com o Estado e com as autarquias locais, com vista à resolução de problemas que afectem a população local.


  • O Século«Numero Extraordinário Comemorativo do Duplo Centenário da Fundação e Restauração de Portugal

    O Século«Numero Extraordinário Comemorativo do Duplo Centenário da Fundação e Restauração de Portugal
    O Século«Numero Extraordinário Comemorativo do Duplo Centenário da Fundação e Restauração de Portugal «€150.00»

    Prof. Dr. J.M Queiroz Veloso. Mosés Amzalak, Albino Forjaz de Sampaio, Dr. Rodrigues de Carvalho, Dr. Eduardo Brazão, Dr. Luiz Vieira de Castro, Prof. Dr. Marcello Caetano, Adelino Mendes, Diogo Macedo, Paulino Montez, Luiz Reis dos Santos, Padres Moreira das Neves, Luiz Freitas Branco, Nuno Catharino Cardozo, Dr. Jorge Faria, Dr. Pedro Batalha Reis, Óscar Paxeco, Leopoldo Nunes, Ruy de Mello, António de Carvalho, Álvaro Guedes, Amadeu de Freitas, Castelo de Morais, Guedes de Amorim, Ferreira da Costa, Óscar Gouveia, Salvador Saboya, Agostinho Domingues, José Luiz Ribeiro,Humberto Mergulhão  – O Século«Numero Extraordinário Comemorativo do Duplo Centenário da Fundação e Restauração de Portugal – O Século«Sociedade Nacional de Tipografia – Lisboa – 1940. Desc. 384 Paginas de 41,5cm x 29cm com Encadernação de Origem.

    Ficheiro:Exposicaomundoportugues1940.jpgA Exposição do Mundo Português (23 de Junho — 2 de Dezembro de 1940) foi um evento realizado em Lisboa à época do Estado Novo. Com o propósito de comemorar simultaneamente as datas da Fundação do Estado Português (1140) e da Restauração da Independência(1640), constituiu-se na maior de seu género realizada no país até à Expo 98. A exposição foi inaugurada em 23 de Junho de 1940 pelo Chefe de Estado, Marechal Carmona, acompanhado pelo Presidente do Conselho,Oliveira Salazar e pelo Ministro das Obras Públicas, Duarte Pacheco. Os responsáveis pelo evento foram Augusto de Castro (Comissário-Geral), Sá e Melo (Comissário-Geral-Adjunto), José Leitão de Barros (Secretário-Geral) e Cottinelli Telmo (Arquitecto-Chefe), que incluía pavilhões temáticos relacionados com a história de Portugal, suas actividades económicas, cultura, regiões e territórios ultramarinos. Incluía ainda um pavilhão do Brasil, único país estrangeiro convidado. O evento levou a uma completa renovação urbana da zona ocidental de Lisboa. A sua praça central deu origem à Praça do Império, uma das maiores da Europa. A maioria das edificações da exposição foi demolida ao seu término, restando apenas algumas como o actual Museu de Arte Popular e o Monumento aos Descobrimentos (reconstrução com base no original de madeira). A exposição levou também à construção de outras infraestruturas de apoio, como o Aeroporto da Portela. Situada entre a margem direita do rio Tejo e o Mosteiro dos Jerónimos, ocupava cerca de 560 mil metros quadrados. Centrada no grande quadrilátero da Praça do Império, esta era definida lateralmente por dois grandes pavilhões, longitudinais e perpendiculares ao Mosteiro: o Pavilhão de Honra e de Lisboa (de Luís Cristino da Silva), e do outro lado, o Pavilhão dos Portugueses no Mundo (do próprio Cottinelli Telmo). Perto do rio, atravessando-se a linha férrea através de uma passarela monumental de colossais cruzados (a Porta da Fundação), encontrava-se a Secção Histórica, (Pavilhão da Formação e Conquista, Pav. da Independência, Pav. dos Descobrimentos e a Esfera dos Descobrimentos). Do outro lado, situava-se o Pav. da Fundação, o Pav. do Brasil – país convidado para tal efeito, e o Pav. da Colonização. Atravessando o Bairro Comercial e Industrial, chega-se perto dos Jerónimos, à entrada da Secção Colonial. No canto precisamente oposto, um Parque de Atracções fazia a delícia dos mais novos. Descendo em direcção ao rio, e para além do Pav. dos Portugueses no Mundo, a Secção de Etnografia Metropolitana, com o seu Centro Regional, contendo representações das Aldeias Portuguesas e os Pavilhões da Vida Popular. Por trás deste último pavilhão, encontrava-se o Jardim dos Poetas e o Parque Infantil. À frente do Tejo, com as suas docas, um Espelho de Água com um restaurante abria o caminho para o Padrão dos Descobrimentos e para a Nau Portugal. De todas estas obras, algumas se destacaram e perduram na memória da actualidade. O Pavilhão da Honra e de Lisboa recebeu as melhores opiniões da crítica. Com 150 metros de comprimento por 19 de altura, e com a sua torre de 50 metros, este pavilhão demonstrava perfeitamente o ideal arquitectónico que o Estado Novo tentava impor, tal como os outros regimes totalitários impunham na Europa. Do Pavilhão dos Portugueses no Mundo, com um risco “simples”, destacava-se sobretudo a possante estátua da Soberania, esculpida por Leopoldo de Almeida – a imagem de uma severa mulher couraçada, segurando a esfera armilar e apoiada num litor legendado com as partes do Mundo, em caracteres góticos. O Padrão dos Descobrimentos, vindo dos esforços de Cottinelli e de Leopoldo de Almeida, mostrava a verdadeira importância dos descobrimentos na História portuguesa. Constituído por diversas figuras históricas, o Infante D. Henrique destacava-se na sua proa, como timoneiro de todo o projecto expansionista português. De facto, o padrão original, construído em estafe sobre um esqueleto de madeira, teve um triste fim – que abordaremos mais adiante. É de notar que a figura ficou tão presente no imaginário nacional, que o monumento foi re construído em 1965, mas desta vez em pedra, e ainda hoje se mantém nas margens do Tejo. A Nau Portugal mostrou também ser uma magnífica reconstituição do passado. Um facto curioso é que apelidada de “nau”, esta embarcação era na realidade a réplica de um galeão da carreira da Índia do século XVII. Construída nos estaleiros de Aveiro, saiu a primeira vez com destino a Lisboa em Julho – sendo a sua inauguração solene a 8 de Setembro. No entanto, e por mau manuseamento da mesma, esta rapidamente se afundou minutos após a partida – tombou para o lado. Voltando atrás, com grandes esforços para se repor de pé a nau, acabou por ser pilotada até Lisboa por marinheiros ingleses, sob a direcção do comandante Spencer. Encerrada a 2 de Dezembro, a Exposição recebeu cerca de três milhões de visitantes, constituindo o mais importante facto cultural do regime – regime este que sofreria a sua primeira crise política passados quatro anos, com o fim da Segunda Guerra Mundial e com a derrota dos regimes de Hitler e de Mussolini.